O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player




Prisma    
Comentários - Rvd. Éber Cocareli    
                 
eb


Prisma - Por Éber Cocareli


DATA: 2011-05-27

 Baixe a apresentação de slides " Jesus Cristo Super Star ", elaborada por David Monteiro e Marcos Berger, da agência de publicidade JWT.

 Jesus Cristo Super Star.ppt - Clique Aqui






DATA: 2011-04-11

 Tema: Qual o papel de Deus em tragédias como a do Japão?

 

          Na sexta-feira passada, diante das primeiras imagens do terremoto e do tsunami no Japão, a produção do Vejam Só! dispôs-se a pautar um debate sobre a postura divina diante de tragédias como esta. Imediatamente, veio a nossa memória o fervoroso debate teológico que se seguiu ao tsunami de 2004, na Indonésia. Naquela ocasião, alguns pastores brasileiros bem conhecidos se notabilizaram ainda mais por defender a ideia de que Deus nada teve a ver com aqueles fatos trágicos. Ao contrário, tanto ou mais do que nós, Ele sofreu a perplexidade de nada poder fazer diante da dor excruciante de Suas criaturas amadas. Ideias como essa receberam vários rótulos (Teísmo Aberto, Teologia Relacional e outros), os quais, como qualquer rótulo, são bastante questionáveis.


          Com a repetição da tragédia, procuramos os referidos pastores para virem ao debate. Nenhum dos “cabeças” aceitou, mas um pastor ligado diretamente a um dos mentores das ideias mencionadas acima aceitou vir. No entanto, ontem, segunda-feira, ele enviou e-mail declinando do convite, por não querer debater suas ideias com apologistas, uma vez que ele não concorda com a prática do programa de trazê-los, nem com a postura deles.


          Estamos aguardando a permissão do referido pastor para publicar, neste espaço, a íntegra de seu e-mail, mas independente disto, fica aqui explicada a ausência de um representante do pensamento teológico – chamemos de “não-soberanista” –, num momento em que a participação dessa corrente seria fundamental para a reflexão teológica acerca do papel divino nas grandes tragédias.


          Eu, particularmente, lamento profundamente a falta de um debate honesto e bíblico sobre o assunto, mas, como disse o convidado que desistiu (mesmo sem saber quem seria o outro debatedor), a base para a discussão não seria a mesma. Fiquei com a impressão que não dá para defender biblicamente, de modo legítimo






DATA: 2011-02-09

 Conforme prometi no programa de ontem (08 de fevereiro de 2011), eis o texto lido pelo pastor:


Meu Testamento...


 Um dia um médico determinará que o meu cérebro parou de funcionar. De um modo essencial a minha vida parou. Quando isto acontecer, não tentem introduzir uma vida artificial em meu coração através de uma máquina.

Neste instante, dêem meus olhos pra um homem que nunca viu o nascer do Sol, à face de um bebê ou ao amor nos olhos de uma mulher. Meu coração para uma pessoa a quem seu próprio coração tem causado dias de sofrimento. Meus rins dêem para quem dependa de uma máquina para existir semana após semana. Dêem meu sangue, meus ossos, todos os meus músculos, meus nervos e encontrem um jeito de fazer uma criança paralítica andar.

Explorem cada canto do meu cérebro. Tomem todas as minhas células, se necessário, deixem-nas crescer; um dia um garoto mudo poderá gritar quando seu time fizer gol e uma garota surda poderá contemplar o som da chuva através da janela de seu quarto.

Queimem o que restou de mim e joguem as cinzas ao vento para ajudar as flores a crescerem. Se realmente quiserem enterrar alguma coisa, enterrem minhas falhas, minhas fraquezas e tudo com o que prejudiquei meu próximo. Por favor, dêem meus pecados ao diabo e minha alma a Deus...

Se desejarem lembrar de mim, façam isso com uma doação ou uma palavra a alguém que esteja necessitado.

E se fizerem tudo isso, eu viverei para sempre...






DATA: 2010-10-05

 Comentário sobre o programa exibido em 04-10-2010

 Em relação ao tema de ontem, se a ex-amante, ao se converter, teria de se desculpar com a esposa, minha opinião é que não, a menos que uma situação específica determine essa necessidade.

O apóstolo Paulo, em Romanos 14 e em outras passagens, ensinou que uma das principais preocupações que precisamos ter é o respeito à fé alheia. E essa preocupação envolvia coisas incomparavelmente menores que uma traição conjugal. Ora, se a Bíblia pede para tomarmos cuidado com os efeitos de se comer carne ou beber vinho na fé da outra pessoa, que dirá do zelo em relação à possibilidade de destruir um lar? De mexer com os sentimentos mais íntimos de um casal?


Surpreendeu-me a votação na opção sim, a qual dizia que a ex-amante, ao se converter, precisa procurar a esposa que ela ajudou a trair, a fim de pedir-lhe perdão. Gostaria que estes votantes me respondessem se a prostituta que se entrega a Jesus e muda de vida, tem de passar o resto dela procurando os ex-clientes, a fim de pedir-lhes perdão por tê-los seduzido. Queria que me dissessem também se, quando se converteram, procuraram todos que vocês prejudicaram antes do novo nascimento. Todas as mulheres que vocês cobiçaram (assim como todos os homens), todas as pessoas das quais tiveram inveja, ou falaram mal, todos a quem mentiram etc.

Posso até ouvir alguém dizendo: “mas é diferente! São pecados de outro quilate”. Pois é; para nós só importam os pecados sexuais e os crimes contra a vida e o patrimônio. As outras transgressões são “normais”. Pois bem, o trágico é que os pecadores contra quem o Senhor Jesus mais Se insurgiu não foram as meretrizes nem os ladrões ou mesmo os fiscais desonestos, mas os hipócritas, os orgulhosos líderes religiosos, os insensíveis doutores da Lei. Quem duvida, que leia Mateus 23.

Rvd. Eber Cocareli






DATA: 2010-09-21

 Paz e graça para você, internauta e telespectador do Vejam Só!

 É com grande alegria que apresento mais este serviço de nosso novo site. A partir de agora, sempre que julgar necessário, farei observações pessoais neste espaço.

Para inaugurá-lo, gostaria de agradecer as centenas de votos de congratulações por minha volta ao programa. O Senhor há de recompensar cada telespectador que se alegrou comigo, pois essas manifestações me animaram a alma.

Aproveito para fazer um esclarecimento muito importante. Meu afastamento do Vejam Só!, em 2008, provocou alguma especulação e, por conta disso, circularam informações e boatos segundo os quais a direção da RIT teria sido forçada, pela maçonaria, a me afastar do programa. Sei que alguns maçons (que se dizem evangélicos) desejaram isso ardentemente (até porque eles mesmos me disseram), mas posso afiançar que não existe nenhum envolvimento de R. R. Soares com a maçonaria. Basta consultar o que ele pensa do assunto, na coluna Missionário Responde, do site www.ongrace.com . Como assinalou o Dr. Renato Pedroza, um dos mais combativos cristãos contra a maçonaria, o Missionário é um dos poucos líderes evangélicos atuais que se manifestam publicamente – e por escrito – acerca da incoerência que há entre a fé cristã e as práticas maçônicas.

E já que mencionei o Dr. Pedroza, irmão mui amado e admirado por mim, tomei a liberdade de disponibilizar um trecho da última visita dele ao Vejam Só! Nele, o Dr. Pedroza se reporta ao depoimento de um ex-maçon de alto coturno, que lhe revelou, em entrevista gravada no RJ, o nome de diversos líderes evangélicos que haviam sido seus pares na maçonaria. Indaguei-lhe se o nome do Missionário R. R. Soares constava da lista. Veja, no vídeo abaixo, a resposta do amado Dr. Pedroza. Os nomes dos tais líderes não estão aqui, por uma questão de ética. No entanto, se alguém quiser mais informação sobre este assunto, penso que os interessados devam procurar diretamente o Dr. Pedroza (www.simceros.org).